O que é Fobia Social?

Aquelas pessoas que sofrem de um medo irracional e constante desencadeado por alguma situação ou objeto específico sofrem daquilo que conhecemos como fobia. Existe ainda a fobia social que é o medo de ser depreciado ou constrangido em público em situações que envolvam pessoas desconhecidas. Tal acontecimento desperta uma crise de ansiedade e pode vir a provocar um ataque de pânico em certas circunstâncias.

A doença atinge 3% da população mundial e, geralmente, se desenvolve na infância ou no princípio da vida adulta. Para ser diagnosticada como fobia social a conduta da criança deve ser avaliada quando estiver em contato com outras crianças e não somente em relação ao seu comportamento com os adultos. Os sintomas de ansiedade nos pequenos pode vir na forma de crises de raiva, acessos de choro ou ainda demonstrando indiferença durante circunstâncias em que tenha a presença de pessoas desconhecidas.



Apesar de não ser capaz de controlar sua ansiedade, o paciente – principalmente o adulto – tem noção de que o medo que sente ao ter que, por exemplo, falar ou comer em público é exagerado. Em certos casos a fobia social pode ser diagnosticada equivocadamente como transtorno da personalidade esquiva porque ambas as doenças têm sintomas similares. Só que quem sofre de fobia social reluta muito mais diante dessas situações que desencadeiam sua ansiedade.

Para tratar a fobia social, o mais recomendado é que o paciente tenha acompanhamento psicoterapêutico, algo que o auxiliará a combater a ansiedade a longo prazo. Existe a possibilidade do uso de antidepressivos, mas devido ao número de efeitos colaterais, o tratamento comportamental segue sendo o mais eficaz.

Saiba mais sobre psiquiatria em Porto Alegre.